6 passos para definir seus objetivos

Leia Mais

https://www.youtube.com/watch?v=yV2ZS5oU2vA

eu sempre quis fazer parte do exército. Quando garoto, era atraído pelos treinamentos, pelos equipamentos e pelas supostas aventuras. Até que um dia entendi que, para eu alcançar tudo isso também teria que passar por todas as burocracias, as provas, a hierarquia opressora, as precariedades do sistema e outras incompatibilidades deste estilo de vida com os meus valores pessoais.

eventualmente eu percebi que havia buracos naquele objetivo. É claro que alguns pontos eram relevantes para mim, mas muito daquilo também era uma fantasia que em algum momento e de alguma forma havia sido instalada nas minhas crenças. No fim das contas o desenrolar dos fatos foi revelando que aquela era uma carreira que não valia a pena para mim.

experiências como esta, muitos estudos e outros testes me mostraram que estabelecer objetivos é praticamente uma ciência. Ter sonhos, sem fundamentos, é como acreditar que contos de fadas maravilhosos, de princesas com príncipes à cavalo, são possíveis ou mesmo desejáveis. A partir do momento que questões como hábitos e comportamentos entram na equação, e se fazem necessários para alcançar e viver estes sonhos, alguns objetivos perdem força por falta de aptidão, e deixam de ser caminhos tão interessantes para percorrer na nossa vida.

eu falei em ciência, então note como eu vou estruturar o próximo pensamento:

participar do exército, para mim, era um objetivo específico e de certa forma relevante. Eu tinha todas as possibilidades para alcançar este objetivo. Era possível determinar prazos e comportamentos necessários para chegar lá. E era possível também medir os fatos que aconteceriam quando eu chegasse neste objetivo - eu podia até me ver lá, triunfante. Contudo, a visão se dissipava ao esbarrar num aspecto importante e muitas vezes ignorado pelas pessoas ao estabelecerem novos objetivos: aquela não era uma meta sustentável pois não estava alinhada aos meus valores e propósitos. As vantagens de estar no lugar desejado eram inferiores as desvantagens que aquilo traria para o meu cotidiano, e aquele cenário não supriria as minhas necessidades essenciais de longo prazo.

notou o padrão analítico das afirmações?

esta série de insights aconteceu muito naturalmente e só consegui entender a conexão destes elementos recentemente. A minha decepção adolescente de ver aquele sonho se dissipando abriu outras portas e me permitiu ver que existem pontos essencias para estabelecermos objetivos congruentes com a nossa essência. Por isso, desde que me tornei um empreendedor, venho desenvolvendo e aplicando esta análise conceitual para todos os objetivos que desejo alcançar na minha vida.

empreendedorismo sistêmico

Leia Mais

a possibilidade de criar algo do absoluto zero e dar vida a um novo propósito sempre foi uma paixão minha. Isso concretizou-se na faculdade de design industrial e potencializou-se quando conheci a kalina, uma incrível artista visual com quem acabei mergulhando num longo relacionamento. Outro fator em comum dos nossos caminhos foi o desejo mútuo de desenvolvimento pessoal, que encontrou um no outro o impulso e cumplicidade necessárias para traçarmos, juntos, uma rota repleta de estudos, testes e micro evoluções diárias.

desde o início da nossa jornada, quando criamos nossas primeiras empreitadas, fizemos o possível para ter um estilo de vida com pensamentos e ações guiadas por uma visão sistêmica. E isso virou parte intrínseca do nosso cotidiano: para tudo que fazemos, levamos em consideração todas as consequências de nossas atitudes no nosso entorno e em nós mesmos. Isso contempla sistemas externos como o meio ambiente, a sociedade, nossa cidade, família e outros grupos sociais, e também sistems internos, como nosso corpo, mente e emoções.

é por isso que hoje em dia estamos aplicando, decodificando e compartilhando os princípios do empreendedorismo sistêmico. Para nós, isso significa empreender contemplando o que consideramos as seis facetas principais de nossas vidas: mental, emocional, física, social, profissional e financeira. Estas influências, aliadas a um ciclo bem estruturado de estudo, planejamento, equipagem, execução, desfruto e reflexão, geram, ao nosso ver, uma caminho para uma vida lúcida, plena e relevante.

nós acreditamos que se alguma destas nuances não está equilibrada, não bastará inventividade, genialidade ou trabalho duro para fazer seus objetivos se realizarem. Você pode até encontrar sucesso, mas será provavelmente em detrimento de algo, alguém ou de você mesmo. Todos nós já vimos este filme antes: empreendedores que forçaram a barra a vida toda e acabaram fracos demais para aproveitar as suas conquistas. Daí a importância de desenvolver e cultivar um empreendedorismo holístico: todos nós estamos construíndo a sociedade que viveremos no futuro e esta será, invariavelmente, um reflexo da forma como trabalhamos e convivemos hoje.

logo, entendemos que o empreendedorismo sistêmico é um estilo de vida, um caminho que nos permite trabalhar e viver o presente com intensidade, equilíbrio e relevância, enquanto criamos o futuro que queremos para nós e nossos filhos.