https://www.youtube.com/watch?v=yV2ZS5oU2vA

eu sempre quis fazer parte do exército. Quando garoto, era atraído pelos treinamentos, pelos equipamentos e pelas supostas aventuras. Até que um dia entendi que, para eu alcançar tudo isso também teria que passar por todas as burocracias, as provas, a hierarquia opressora, as precariedades do sistema e outras incompatibilidades deste estilo de vida com os meus valores pessoais.

eventualmente eu percebi que havia buracos naquele objetivo. É claro que alguns pontos eram relevantes para mim, mas muito daquilo também era uma fantasia que em algum momento e de alguma forma havia sido instalada nas minhas crenças. No fim das contas o desenrolar dos fatos foi revelando que aquela era uma carreira que não valia a pena para mim.

experiências como esta, muitos estudos e outros testes me mostraram que estabelecer objetivos é praticamente uma ciência. Ter sonhos, sem fundamentos, é como acreditar que contos de fadas maravilhosos, de princesas com príncipes à cavalo, são possíveis ou mesmo desejáveis. A partir do momento que questões como hábitos e comportamentos entram na equação, e se fazem necessários para alcançar e viver estes sonhos, alguns objetivos perdem força por falta de aptidão, e deixam de ser caminhos tão interessantes para percorrer na nossa vida.

eu falei em ciência, então note como eu vou estruturar o próximo pensamento:

participar do exército, para mim, era um objetivo específico e de certa forma relevante. Eu tinha todas as possibilidades para alcançar este objetivo. Era possível determinar prazos e comportamentos necessários para chegar lá. E era possível também medir os fatos que aconteceriam quando eu chegasse neste objetivo - eu podia até me ver lá, triunfante. Contudo, a visão se dissipava ao esbarrar num aspecto importante e muitas vezes ignorado pelas pessoas ao estabelecerem novos objetivos: aquela não era uma meta sustentável pois não estava alinhada aos meus valores e propósitos. As vantagens de estar no lugar desejado eram inferiores as desvantagens que aquilo traria para o meu cotidiano, e aquele cenário não supriria as minhas necessidades essenciais de longo prazo.

notou o padrão analítico das afirmações?

esta série de insights aconteceu muito naturalmente e só consegui entender a conexão destes elementos recentemente. A minha decepção adolescente de ver aquele sonho se dissipando abriu outras portas e me permitiu ver que existem pontos essencias para estabelecermos objetivos congruentes com a nossa essência. Por isso, desde que me tornei um empreendedor, venho desenvolvendo e aplicando esta análise conceitual para todos os objetivos que desejo alcançar na minha vida.